Bastidores

Vídeo: Âncora do SBT flagra caminhões com doações ao RS sendo multados.

Márcia Dantas, do programa Tá na Hora, do SBT, está no Rio Grande do Sul cobrindo a tragédia causada pela chuva e apresentou uma denúncia estarrecedora ao vivo.

Por Manchete Campos News em 08/05/2024 às 09:27:55

Márcia Dantas, do programa Tá na Hora, do SBT, está no Rio Grande do Sul cobrindo a tragédia causada pela chuva. A maior parte do estado está embaixo d"água, recebendo ajuda de outras regiões do Brasil. No entanto, em meio ao caos, a âncora fez uma grave denúncia.

"A ANTT [Agência Nacional de Transportes Terrestres] estaria barrando caminhões da Defesa Civil, com ajuda humanitária, porque não têm nota fiscal e está um pouco acima do peso", lamentou.

Além disso, os caminhoneiros estariam sendo notificados e multados. A reportagem ainda flagrou inúmeros veículos parados na fiscalização, atrasando a chegada dos insumos enviados para a população que perdeu tudo nas cheias.

Marcão do Povo, que também comanda a atração, ficou indignado:

"Eu fico emocionado, pois estamos passando por um dos momentos mais difíceis, uma das maiores catástrofes a história do país. O povo sofrendo, morrendo, sem ter o que comer. O Brasil mobilizado e alguns caminhões multados porque não tem nota fiscal. Uma tristeza muito grande".

Na última segunda-feira (6/5), a apresentadora voou até Florianópolis, em Santa Catarina, para terminar a viagem de carro.

"O caminho vai ser longo, mas a gente acredita que o jornalismo é essencial neste momento, na cobertura dessas tragédias. Também para alertar a população para, nos próximos eventos climáticos, as pessoas pensarem melhor em alternativas e cobrarem o poder público", escreveu no X.

Márcia ainda ressaltou a importância de mostrar os fatos:

"Esse é o papel do jornalismo. Eu fico muito feliz de ter sido escolhida pelo SBT para fazer essa cobertura, porque sei como é importante estar lá, vivendo esse momento e passando para a população todas as informações".

Vídeo


Outros meios de comunicação afirmaram ser fake news

Recentemente, o governo do Rio Grande do Sul afirmou nas redes sociais que não estava "impondo obstáculos" para receber doações, negando informações que estavam circulando nas redes sociais nos últimos dias: "Não está sendo exigida nota fiscal de doações. Não estão sendo multados os veículos de apoio a salvamentos. Não é obrigatória licença para pilotar barcos e jet skis em operações de salvamento. Não há fiscalização, pelo governo do Estado, de marmitas feitas por voluntários. O dinheiro doado pelo Pix oficial não vai para o caixa do governo", dizia o comunicado. 

O g1, portal de notícias da Globo, também publicou uma nota onde apontava como "fake news" as alegações. No texto, o site afirma que os rumores de que o governo do Rio Grande do Sul estaria impedindo a chegada de caminhões com doações as vítimas por falta de documentação seriam "falsos". 


Fonte: Metrópolis

Comunicar erro

Comentários

NET.COM