Bastidores

Clima tenso no União Brasil: Alvos de busca e apreensão da PF "monitoravam" passos de presidente

Processo corre no STF em segredo de justiça

Por Manchete Campos News em 10/05/2024 às 10:53:51

A PF fez buscas e apreensões ontem em endereços no interior de Pernambuco atrás de informações sobre homens que estariam monitorando Antônio Rueda, ex-presidente do União Brasil, em Brasília. As investigações estão no âmbito do STF, com o ministro Kassio Nunes Marques, e correm em segredo de Justiça

Segundo quem acompanha as investigações, a polícia fez busca e apreensão no sítio de João Paulo da Costa Reis, que fica em Lagoa do Ouro (PE) e em quatro endereços do advogado Giovanni Martinovich de Araújo Calábria, todos em Pernambuco. As investigações apontam que eles estiveram em Brasília, onde monitoraram os passos de Rueda.

As investigações para apurar ameaças a Antonio Rueda tiveram início na Polícia Civil, mas com o declínio da competência para o STF, a investigação ficou a cargo da PF. Elas começaram em março, após Rueda ter a casa incendiada em Pernambuco e ter recebido ameaças do ex-aliado Luciano Bivar (União-PE), ex-presidente do União Brasil.

Fonte: Blog do Lauro Jardim, O Globo

Comunicar erro

Comentários

NET.COM